Dicas para fazer sua empresa aparecer no Google

Muitos consumidores, na hora de procurarem informações sobre algum produto ou serviço pelos quais possuam interesse, usam sites de busca. Dentre os buscadores da atualidade, o que mais se destaca pelo volume de uso e qualidade dos resultados é o Google. Por isso, aparecer com destaque em seus resultados é algo muito visado pelas empresas.

Pensando nisso, reunimos aqui 9 dicas de como fazer o sua empresa aparecer no Google e atrair clientes! Confira!

1. Coloque sua empresa no mapa

Há uma ferramenta que você pode usar para aparecer com mais facilidade nas buscas, o Google Meu Negócio. Ele permite que sua empresa faça um cadastro com dados como endereço, horários de funcionamento e contatos, além de usufruir de alguns benefícios.

Google Meu Negócio cria para sua empresa uma página no Google+, coloca sua localização no Google Maps e permite que sua organização apareça nos resultados das buscas em destaque.

Isso relaciona o seu negócio à sua localidade, ajudando nas buscas locais. Dessa forma, você aparecerá mais facilmente em pesquisas de pessoas que se encontram na sua região de atuação.

2. Utilize links patrocinados

O Google AdWords é o serviço de links patrocinados do site de busca mais utilizado do mundo. Investir nele permite que o site da sua empresa apareça na primeira página dos resultados de forma rápida e simples.

Além disso, existem outras vantagens de investir na ferramenta, como a possibilidade de segmentação por palavra-chave, ou seja, ao selecionar as palavras adequadas, você atrairá o público que realmente interessa!

E o serviço não é caro, pois o sistema de pagamento é o CPC, ou Custo Por Clique. Assim, você só pagará pelos cliques que, de fato, receber, otimizando recursos e aumentando a garantia de resultados.

3. Capriche no SEO

O SEO, ou Search Engine Optimization, consiste em reunir características valorizadas pelo Google para fazer com que seu site se destaque nos resultados.

Ao aplicar as estratégias de SEO em seu site, você utilizarará palavras-chave, links amigáveis, além de outras medidas que vão deixá-lo preparado para aparecer bem nas buscas orgânicas — aqueles resultados que aparecem naturalmente para o internauta, sem que a empresa tenha pagado por isso.

E levando em conta que quase ninguém acessa os resultados que ficam mais para baixo ou fora da primeira página, uma estratégia como essa é valiosíssima para seu negócio.

As otimizações incluem a utilização das palavras-chave mais importantes em cada página sobre o assunto, incluindo nas imagens (inserindo um Alt Text), títulos, Meta Descriptions (aquele resumo que aparece nos resultados do Google) e URL’s.

4. Invista na produção de bons conteúdos

Um ponto que é muito valorizado pelo Google são os conteúdos. Sites que possuem bons materias mantêm os visitantes neles por mais tempo e o buscador está de olho nisso ao avaliar a reputação de um domínio. Se você produz textos que realmente interessam ao público e que são autorais, seu posicionamento nos resultados será melhor.

Porém, se o consumidor entra no site e logo sai, isso colabora para que o endereço tenha um pior desempenho nas buscas. Portanto, cuidado com palavras-chave que nada tenham a ver com o conteúdo da página e não copie textos de outros sites!

5. Adquira links de qualidade (link building)

A prática de link building, ou seja, construção de links para um website, é importantíssima porque o Google entende que quanto mais sites apontarem para o seu, maior é a sua autoridade acerca de determinado assunto. Porém, nem toda indicação é igual: sites maiores e mais confiáveis, de empresas como a Forbes e Exame, por exemplo, têm um valor muito maior do que blogs comuns e gratuitos.

Além disso, de modo ideal, os links devem conter um texto âncora referente ao assunto, vir de sites que atuem no mesmo nicho e ter características naturais, ou seja, não devem ser comprados. Se isso não acontecer, o Google pode entender que você está fazendo Spam ou tentando enganar o seu usuário e pode penalizar algumas páginas que, possivelmente, perderão posições no resultado do buscador.

Porém, essa é uma estratégia que pode ser um pouco complicada, já que não é fácil encontrar empresas e blogueiros que estejam dispostos a indicar o seu site por pura vontade. Se você quiser pagar por um link, será um simples ato de publicidade e isso não é proibido. Mas certifique-se de que os links tenham o NoFollow, um atributo que, basicamente, informa ao Google a natureza da indicação e previne punições.

Uma boa prática de link building são os Guest Posts. Isso porque ela ajuda a criar e reforçar parcerias, além de levar resultados mais interessantes para ambos os negócios participantes. Saiba mais sobre essa estratégia na dica abaixo!

6. Utilize o Search Console

Search Console, antigo Webmasters Tools, auxilia no monitoramento e na manutenção da presença do site nos resultados da Pesquisa Google.

Ele ajuda a verificar as páginas indexadas, otimizar o desempenho no buscador, enviar ou atualizar sites e conteúdos com mais rapidez, enviando um sitemap, e conferir a existência de links com potenciais de spam apontando para o seu website.

Além disso, contribui com bons insights para SEO sobre quais palavras-chave usar e como otimizar as Meta Descriptions para aumentar a quantidade de acessos.

7. Conecte o site às redes sociais

Os sinais sociais, ou seja, os compartilhamentos de conteúdo nas redes sociais, também é um dos fatores de rankeamento do Google. Por isso, ter uma boa página no Facebook, Google Plus, Twitter e Instagram é importantíssimo. Além de gerar tráfego, passa credibilidade e autoridade para o site.

Para facilitar, adicione os botões de compartilhamento aos artigos do seu blog. E para ganhar seguidores/fãs, inclua links de suas redes sociais no rodapé do site e facilite ao público-alvo se engajar com a sua empresa.

8. Tenha um layout responsivo

Com o avanço das tecnologias mobile e o uso crescente dos dispositivos móveis para a realização de pesquisas na internet, o Google tem dado prioridade a sites que tenham um layout responsivo. Ou seja, que se adaptem às diferentes telas de laptops, tablets e smartphones. Por isso, invista na experiência do usuário e responsividade, caso ainda não tenha feito isso.

9. Proteja os dados dos usuários

segurança é outro aspecto importante e é um dos fatores de ranqueamento no Google. Para verificar isso, o buscador analisa se as suas páginas estão protegidas com um certificado SSL (aquele que altera o http para https).

Ele criptografa as informações inseridas pelos usuários e oferecem mais proteção à navegação e o uso de dados. Aliás, o próprio Chrome, navegador oficial da empresa, avisa ao usuário que um site não é seguro, se ele não tem esse certificado instalado, o que pode ser negativo para as suas conversões de funil.

E aí, entendeu direitinho como fazer uma empresa aparecer no Google? Ser encontrado de forma orgânica é o ideal para qualquer organização, pois traz maior retorno sobre os investimentos e reduz investimentos constantes em anúncios. Siga essas dicas com atenção e você terá mais chance de alcançar o sucesso em suas estratégias!

E aí, preparado para colocar tudo isso em prática e aparecer no Google? Esperamos que sim! Se você quiser receber mais dicas como essas assine nossa newsletter!

 

Sobre vinicius Felix Marouelli

vinicius Felix Marouelli Escreveu 43 posts nesse blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *